sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Saudades eternas do meu anjo da guarda, ♥



A gente nunca está preparado pra perder as pessoas que amamos. Não foi diferente. Tu se foi, sem mais nem menos. Ninguém entendeu o motivo de isso ter acontecido logo agora, agora que estava tudo dando certo. Queria muito que tu estivesse aqui comigo,  com aquele sorriso lindo que eu sou perdidamente apaixonada. Aquele teu jeito contagiante. Aquele abraço apertado acompanhado de um beijo e um tapa. Sempre. Não demorava muito. Mas Deus precisava mais de ti do que a gente. Nunca vou esquecer as nossas primeiras conversas. O nosso primeiro encontro. O nosso primeiro abraço. O primeiro beijo. Tuas palavras me envolveram, me cativaram, me fizeram me apaixonar, gostar de ti, sentir alguma coisa muito próxima do tal "amor". A tua promessa se cumpriu enquanto tu estavas ao meu lado. Realmente, meus finais de semana mudaram com a tua presença. Aliás, não só os finais de semana, como os dias de semana também. Minhas manhãs, tardes e noites. Minha vida. É, ainda esse final de semana tu me disse que achava lindo o jeito que nos conhecemos, diríamos um encontro casual, não é ? E a minha promessa eu também cumpri, te prometi ter unhas até a gente namorar, e elas estão aqui, exatamente como tu queria, compridas e vermelhas. Unhas essas, que tu amava percorrendo tuas costas, teus braços e tua cabeça te fazendo carinho até dormir, né lindão ? É, quem diria que a vida separaria a gente assim... Já tinhamos traçado todo um futuro, já tinha feito mil planos para daqui um tempinho,  tantas coisas. O que deixa a gente mais aliviado é saber que tu sempre foi uma pessoa simplesmente maravilhosa, perfeita, sem nenhum defeito, completa, como tu dizia. Esse final de semana foi a coisa mais perfeita que existiu na minha vida. Nunca imaginei encontrar alguém assim, feliz, sorridente, esforçado, carinhoso, sincero, amigo, parceiro, estudioso, amado por todos, lindo, cheiroso, perfeito. Agora tu é meu anjo. É a luz que vai me ajudar daqui pra frente. Infelizmente o nosso último contato foi no caixão, achei que eu tivesse medo de mortos, mas o amor me ensinou que quando a gente realmente ama alguém a gente supera os respectivos medos. Senti tua alma comigo ao pegar tua mão e beijar teu rosto. A saudade toma conta de mim. A vontade de te ter em meus braços pra te fazer aqueles carinhos que tu tanto gostava. Só te peço que me proteja, guie meu caminho e oriente meus passos, já que eu não posso te ter de volta, né ? Ali, meu amor, eu te amo ! 

Nenhum comentário: